Uma Vida em Ritmo de Festa

Não encare a rotina com tanta seriedade, fique de bem!

Autor: borsa

Aprendendo Inglês Online

O sonho de muitas pessoas é aprender um novo idioma, o inglês é na maioria das vezes o idioma escolhido para isso, o motivo não é à toa, o mundo todo gira em torno do idioma e praticamente todos os países o reconhecem dessa forma os seus falantes tem muito mais possiblidades e a comunicação fica muito mais facilitada.

Porém apesar de muitos saberem a importância que aprender um novo idioma tem em sua vida a maioria acaba esbarrando com uma série de problemas na hora de aprender o idioma, o primeiro deles é sem dúvida a questão financeira. Os cursinhos de inglês são sempre caros e os que apresentam os melhores resultados demoram cerca de no mínimo 2 anos com aulas intensas dessa maneira fica muito mais complicado aprender o inglês.

Além disso nos cursinhos os alunos não aprendem todo o vocabulário necessário para te tornar fluente no inglês, isso porque como já dissemos anteriormente quando um aluno decide aprender um idioma novo ele precisa compreender mais que o mero sentido das palavras, é necessário que ele domine a sua mente para responder aos estímulos em outra língua. Então como aprender ingles sozinho?

Muitas vezes ouvimos uma música e automaticamente reconhecemos algumas palavras e é justamente sobre isso que estamos falando, a fluência está nisso em reconhecer algo de forma automática, pode parecer algo difícil de se conseguir, mas na realidade não é, muito pelo contrário é muito simples até.

Conforme você for conhecendo as palavras e os seus sentidos a sua mente já se programa para fazer a “tradução” de forma automática. Nessa hora escolas de ingles se mostram falhos uma vez que com eles o aluno somente aprende a decorar as palavras e as frases mais usadas, mas quem pode dizer que uma frase é dispensável no idioma? Por exemplo, você deseja viajar, tem como definir as frases que vai falar? Impossível não é mesmo, e o pior como mapear e decifrar as respostas que os outros irão lhe dar?

Não tem jeito, quando falamos em aprender um idioma é preciso compreende-lo por interior ou o máximo que conseguir, claro que certas palavras são menos usuais e não necessitam de tanta pratica e exercício porem vale ressaltar também que muito do vocabulário nativo o aluno só irá ter ao participar ativamente da cultura do país, para isso ele pode investir em uma viajem ou até mesmo um intercambio, porém mais uma vez nos esbarramos no problema financeiro.

Mas calma isso não será um empecilho para você que deseja aprender inglês de forma correta, hoje em dia a internet já fornece inúmeras ferramentas que te auxiliam a compreender o idioma, até mesmo o Youtube traz uma série de vídeos voltados para o aprendizado do idioma desde as primeiras palavras, você pode escolher a ferramenta que mais se sentir confortável e investir no estudo que te garanto que os resultados vão chegar.

O inglês é pratica e quanto mais você praticar mais rápido irá conseguir dominar o idioma, procure sempre os exercícios de fixação para compreender mais rápido o conteúdo.

Dicas Para se Concentrar Mais nos Estudos

Nosso cérebro tem uma grande dificuldade de elaborar estratégias naquele complicado jogo de videogame ou na hora de ler um livro ou uma revista na qual você gosta muito, ele pode cooperar para a sua concentração ou impedir que você capte informações.

Quando é preciso se sentar e estudar, principalmente em momentos como estes, o cérebro reluta em atingir a concentração.

estudante

Este é um problema de muitos estudantes, que por sua vez, torna-se mais desesperador em épocas de vestibulares onde você não terá nenhuma opção a não ser estudar. E acredite, há maneiras muito mais simples de você aprender um conteúdo do que ficar horas e horas na frente de um livro decorando aquele trecho.

Cada pessoa tem a sua maneira própria de pensar, assim como o seu cérebro que trabalha de modo único, você pode tentar fazer inúmeros testes na qual iremos citar para melhorar a sua concentração, tendo em vista que o objetivo central é obter um desempenho melhor cognitivo com métodos muito simples.

  1. Escreva mais: Não se contente apenas na leitura, é preciso prática. Quem passa o tempo apenas lendo perde a concentração com muita facilidade, por outro lado, quem costuma escrever consegue manter o assunto na mente.

Comece lendo um conteúdo duas vezes, feito isso escreva em um papel tudo o que conseguiu compreender. Compare o que está escrito com o que o que foi lido e acrescente tópicos importantes que faltam.

  1. Escreva a mão ao invés de digitar: Pesquisas comprovam que alunos que escrevem a mão tendem a aprender mais do que alunos que só costumam digitar. Escrever com o lápis possui um movimento muito distinto da digitação. Quando você escreve, o seu cérebro passa a possuir redes neurais mais ativas e com uma capacidade maior de armazenamento de conteúdo.
  2. Revise a matéria: Revisar a matéria é uma excelente opção para quem deseja aprender mais sem deixar que as matérias se acumulem. O conteúdo visto novamente no mesmo dia fará com que o seu cérebro entenda que tudo aquilo é importante e vai fazer com que você memorize com uma facilidade maior.
  3. Estude sozinho: É muito legal reunir-se com os amigos para estudar, você se distrai e se diverte, mas não é recomendado. Isso pelo fato de que você acaba falando de outras coisas fora do contexto enquanto outras dúvidas permanecem, o estudo em grupo é útil sim, mas só em casos de que você é o principal explicador do conteúdo para os outros. A melhor dica para aprender mais e melhor, é explicar o conteúdo para si mesmo.
  4. Desligue todos os aparelhos eletrônicos: Essa é a dica mais importante. Nada de deixar o celular perto de você para toda vez que você receber alguma notificação, se distrair para ver o que é. Esses minutos ou segundos que você passa vendo a notificação, podem se estender e acabar tirando totalmente o seu foco.

Estas dicas são essenciais para você que deseja obter melhores resultados nos seus estudos, coloque em prática aquela que for melhor para você!

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén